Centro Qualifica Agrupamento Escolas Henrique Sommer obteve uma Menção Honrosa no Prémio Semana ALV 2018

Uma das Menções Honrosas do Prémio Semana ALV 2018 foi atribuída ao Centro Qualifica Agrupamento Escolas Henrique Sommer em Maceira, no concelho de Leiria, pela valorização dos utentes e carácter inovador com que decorrem as sessões do júri de reconhecimento de competências.

As técnicas deste Centro, sem nunca perder de vista os documentos orientadores, desenharam uma sessão de júri de certificação como um evento TED que se caracteriza por uma sequência de várias comunicações, em média de 18 minutos cada, sobre um ou mais temas, tendo em vista a disseminação de ideias que pressupõe um esquema de competências que são combinações de conhecimentos e capacidades.

Um dos elementos que participou neste processo afirmou “O que sei hoje, e que não sabia antes, é que me sinto mais capaz de escrever ou relatar ‘qualquer’ assunto e sinto mais segurança a intervir”.

O Agrupamento de Escolas Henrique Sommer foi criado em 1985, e é o único Agrupamento de Escolas da freguesia de Maceira que compreende crianças/alunos desde o pré-escolar até ao ensino secundário, possuindo uma larga experiência em percursos diferenciados para jovens e adultos.

A melhoria da qualificação das famílias facilita o combate à exclusão e ao abandono escolar, valorizando o indivíduo enquanto cidadão e o exercício de uma cidadania democrática mais interativa na sociedade.

Maceira é a segunda maior freguesia do concelho de Leiria, sendo bastante atrativa para muitas famílias que preferem morar aqui. Tem cerca de 150 empresas solidamente implantadas no mercado, e largas dezenas de outras emergentes, mas com boas perspetivas de sucesso. Confina com 4 concelhos de grande relevância económica e sociocultural: Marinha Grande; Alcobaça; Batalha e Porto de Mós. Embora periférica, é ponto obrigatório em várias rotas turísticas e religiosas. Assim se depreende que haja muito potencial humano que carece ainda de qualificação escolar e/ou profissional que confira estabilidade profissional e/ou (re)integração no mercado de trabalho.

O EVENTO TED E A CRIAÇÃO DO TED MACEIRA XXI: um evento TED caracteriza-se por uma sequência de várias comunicações, em média de 18 minutos cada, sobre um ou mais temas, tendo em vista a disseminação de ideias. O documento “Perfil do aluno à saída da escolaridade obrigatória/ Perfil do Aluno Século XXI” pressupõe um esquema de competências que são combinações de conhecimentos, capacidades e atitudes centrais no perfil dos alunos, independentemente da idade e da oferta formativa – em ALV trabalha-se com este conceito desde sempre. A pensar nesta confluência e para sublimar o papel da aprendizagem no percurso individual de cada um, as TORVC do Centro Qualifica do Agrupamento de Escolas Henrique Sommer desenharam a sessão de júri de certificação como um evento TED, sem nunca perder de vista o documento supracitado e os demais documentos orientadores.

Deste modo, e após a validação de competências, as sessões de júri de certificação são preparadas de modo a configurarem uma comunicação oral segundo o modelo TEDx. Após a escolha do tema a abordar pelo formando, a planificação do desenvolvimento mobiliza competências de todas as áreas de competência chave e requer especial atenção de modo a manter-se a coerência. Os temas são atuais e pertinentes, quando não polémicos. Ainda que inicialmente possa haver alguma resistência por parte dos formandos face à exposição e ao foco, ela é facilmente vencida quando se sublinham as vantagens face a uma sessão tradicional: o grupo funciona como um todo pois todos fazem o evento funcionar; é uma sessão pragmática e dinâmica e o feedback instantâneo é motivador; o sair da zona de conforto faz crescer enquanto indivíduos e os laços com a comunidade saem reforçados.

O ambiente do evento também é minuciosamente planeado e os mais ínfimos pormenores não são descurados. São convidados, formalmente, a assistir à sessão os responsáveis das empresas da zona e entidades com significado na comunidade (Presidente da Junta, Comandante dos Bombeiros Voluntários, Diretor do Agrupamento de Escolas, Presidente do Conselho Geral, Presidente Associação de Pais, Presidente da Associação de Estudantes,…), familiares, amigos, alunos, professores, formadores, comunicação social, comunidade em geral. O espaço é decorado como se um auditório fosse. Há passadeira vermelha e publicidade ao evento e ao Centro. De futuro, haverá uma “Wall of fame”, com menções às entidades parceiras do Centro. Há um programa afixado. Há um momento de receção aos convidados e a sessão é aberta pelo Diretor do Agrupamento, seguida por uma breve intervenção da Coordenadora do Centro. Da sessão é feita uma reportagem fotográfica. No fim de todas as comunicações, para manter a fidelidade ao evento, o júri é convidado a colocar as questões que entender pertinentes, após o que reúne para tomar as suas deliberações. Após a comunicação do júri, há uma sessão formal de fotografias.

Até ao momento, foram quatro sessões de Júri de Certificação muito intensas e surpreendentes. Numa primeira sessão, realizada a 23/05, quatro adultos expuseram perante o Júri de Certificação as suas comunicações. Os temas abordados foram variados e próximos ao público: a criação de caturras; o comércio tradicional: a relação com os clientes num call-center e uma visão sobre o atual papel do Bombeiro na sociedade. A segunda sessão realizou-se no dia 06/06 e oito candidatos arrebataram a audiência com os temas que escolheram. A abrir o ciclo de conferências, uma oportuna e imperativa análise da “Importância da privacidade e segurança no mundo virtual” e consequentes alertas para a imperiosa e premente mudança de comportamentos no mundo virtual. Ficamos depois a saber como se processa o trabalho no domínio dos “Termoplásticos”, bem como a origem e as infinitas possibilidades que esse material nos permite; fomos igualmente alertados para o seu uso sustentável e para a necessidade de proteger o nosso planeta. Viajámos de seguida até à Índia, com paragem obrigatória em Goa, país que ficámos a conhecer melhor sensorialmente, principalmente em termos de arquitetura, religião, cozinha, tradições, história, - uma verdadeira “Viagem de sonho”. A finalizar a primeira parte, um tema polémico, “Caça”, abordado de várias perspetivas – históricas, legais, morais, pessoais, - e que nos obrigou a um confronto de valores. Na segunda parte do ciclo de conferências, na primeira comunicação, “Imigração – a minha experiência”, foi partilhada uma experiência que nem sempre foi positiva e que deixa linhas de reflexão sobre a postura portuguesa enquanto país de destino migratório. Passou-se depois ao ”Corte a laser”, um método que exige muita perícia e precisão devido à minúcia dos passos a executar. Ainda houve tempo para umas “Massagens”, onde ficámos a conhecer os tipos de massagens que existem, os materiais usados, as finalidades e as contraindicações. A terminar a sessão, “A criação do meu posto de trabalho - uma má experiência”, onde foram deixados muitos conselhos sobre erros a evitar na criação e manutenção de um negócio. A 19/07, na primeira sessão, começámos por ficar a conhecer o mundo das maratonas pela voz de um atleta; depois, fomos confrontados com a dualidade homem/máquina na indústria de moldes da atualidade; a terceira comunicação centrou-se na maternidade na adolescência, a finalizar, um percurso autobiográfico cheio de oportunidades de revezes. A segunda sessão iniciou-se com uma reflexão sobre a problemática da “Acalásia – uma doença rara”; seguiu-se uma “voltinha” de Mini e uma peregrinação a Santiago de Compostela; a terminar, um estudo de caso: “Motivação e felicidade no trabalho”. Houve comunicações em direto nas redes sociais e publicação de fotos comentadas durante o decorrer das sessões. A comunicação social fez a devida reportagem e fomos notícia não só no “caseiro” jornal Impacto mas também no Região de Leiria e no Pataias/Maceira à Letra., para além das redes sociais e os meios de divulgação da própria escola/agrupamento.