Do Direito à Educação ao Direito de Aprender

Das duas páginas constam um artigo de síntese onde se dá conta sumariamente do Encontro Semana Aprender ao Longo da Vida 2017 que decorreu a 20 de novembro, realçando algumas das intervenções no Encontro, nomeadamente a do convidado de honra, Alexandre Quintanilha, e apresentando testemunhos da RUTIS e do projeto Letras para a Vida, que foram os premiados deste ano. Além disso, publicam resumos das intervenções de Maria da Luz Pessoa e Costa sobre desafios da era digital, e de Albertina Lima de Oliveira, sobre a construção da autonomia e a aprendizagem dos adultos.

O Direito de Aprender

Texto: Associação O Direito de Aprender

Na Associação O Direito de Aprender estamos muito satisfeitos por termos conseguido organizar, com o apoio de entidades como a ANQEP, o IEFP, o POCH, a Fundação INATEL, o Plano Nacional de Leitura, a Comissão Nacional da UNESCO e outras parcerias, entre os dias 20 a 24 de novembro, a terceira Semana Aprender ao Longo da Vida. Essa satisfação é ainda maior por ter sido o segundo ano consecutivo que o fazemos.

Os principais objetivos da Semana ALV são: chamar a atenção para as vantagens e necessidade de aprender sempre mais, melhor e ao longo da vida, tendo como vertentes principais estimular iniciativas a nível local que promovam a ALV e que motivem os adultos; disseminar boas práticas de ALV; premiar iniciativas de ALV de qualidade; contribuir para o debate, reflexão e partilha de conhecimento em diferentes domínios das políticas e práticas de aprendizagem ao longo da vida em Portugal.

Este ano iniciámos a Semana com a organização de um encontro que decorreu no Grande Auditório do ISCTE, em Lisboa, em que o convidado de honra foi o Prof. Dr. Alexandre Quintanilha e onde mais de 400 pessoas participaram.

Na sua comunicação de abertura do encontro, Alexandre Quintanilha chamou-nos a atenção para o mundo que temos hoje, com maior abundância material, autonomia e democracia, mas onde também crescem as iniquidades e persiste a violação de direitos básicos. Segundo Alexandre Quintanilha, mais do que fazer novas descobertas científicas, é preciso enfrentar estes desafios a partir do questionamento sobre o rumo do próprio conhecimento.

O nosso evento foi um entre os vários que ocorreram na mesma semana de novembro, a Lifelong Learning Week (LLLWeek), num movimento europeu mais amplo em que se celebra a aprendizagem ao longo da vida e se alerta para a sua relevância no mundo atual.

O tema principal do Encontro, a literacia digital, foi também o escolhido para a semana LLV europeia. Das várias intervenções no Encontro sobre este tema escolhemos para fazer parte deste número do JL algumas das ideias que Maria da Luz Pessoa e Costa (IEFP) apresentou sobre “Literacia Digital e Emprego”.

Como não poderia deixar de ser, debateram-se assuntos relacionados com a educação de adultos (ver artigo “A Construção da Autonomia na Idade Adulta”, de Albertina Lima Oliveira, da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra).

O Encontro terminou com a entrega do prémio da Semana ALV 2017 à Rede de Universidades da Terceira Idade (RUTIS) e uma menção honrosa ao projeto Letras Prá Vida, da Escola Superior de Educação de Coimbra.

Dois projetos que se destacaram pelas suas boas práticas. A Rutis, pelo significativo número de membros que a compõem e pelos milhares de adultos que envolve, pela grande consistência e sustentabilidade da ação que desenvolve desde 2005.

O projeto Letras Prá Vida pelo número e diversidade de parcerias que estabeleceu e pelo modo dinâmico como favorece a literacia dos mais velhos.

Visite o site da Semana ALV (http://www.semanaalv.net/ (link is external)).

Testemunho da RUTIS:

“Em 2001, quando criei a Universidade Sénior de Almeirim, estava muito longe de imaginar que 16 anos depois estaríamos a receber o prémio Semana ALV, em representação de mais de 316 universidades seniores, dos seus 45 000 alunos e dos 5500 professores voluntários.

A RUTIS, entidade representativa das academias e universidades seniores, foca a sua actividade na promoção do envelhecimento activo e da formação ao longo da vida em contexto de aprendizagem informal. É nossa missão proporcionar aos seniores experiências educativas, culturais, sociais, científicas e artísticas a que de outra forma não teriam acesso.”

Luis Jacob

Testemunho Letras Prá Vida

“O nosso projeto, através da oferta de formação regular de alfabetização de adultos, pela criação de novas oficinas em diferentes territórios e contextos, com outros apoios e novos parceiros, ganha com este prémio um novo impulso, pois esta distinção vem abrir possibilidades a uma dimensão nacional que ambicionamos.

A visibilidade dada ao projeto permitiu-nos também convidar uma grande audiência para o I Encontro Educação de Adultos Prá Vida, que iremos realizar no dia 7 de dezembro, na Escola Superior de Educação de Coimbra, a fim de celebrar o Ano Europeu da Educação de Adultos.”

Dina Soeiro

Ler artigo "Literacia Digital e Emprego" de Maria da Luz Pessoa e Costa aqui: https://www.direitodeaprender.com.pt/artigos/literacia-digital-e-emprego

Ler artigo "Construindo a autonomia na idade adulta…" de Albertina Lima de Oliveira aqui: https://www.direitodeaprender.com.pt/artigos/construindo-autonomia-na-idade-adulta